4 ilusões de óptica capazes de bagunçar os nossos sentidos


Essas curiosas imagens parecem truques de mágica que nos fazem ver formas, cores e perspectivas que não estão realmente lá. No entanto, além de divertidas, elas ajudam a explicar como é que o nosso cérebro interpreta o mundo que nos rodeia, e você pode conferir quatro exemplos interessantes — com suas respectivas explicações —, a seguir:

1. 50 tons de cinza?

Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
Observe a figura acima com cuidado. Reparou nos quadrados marcados com as letras A e B? Você diria que eles são da mesma tonalidade de cinza ou não? Pois, se você recortar os dois com a ajuda de um editor de imagens e posicioná-los lado a lado, vai descobrir que tanto o A como o B são exatamente idênticos! Bruxaria?
Quem processa as imagens registradas por nossos olhos é o cérebro, ajustando as informações visuais com base em nossas experiências para que possamos entender o mundo que nos rodeia. Assim, a nossa mente entende que a figura acima é um tabuleiro de xadrez e, embora o quadrado A, que se encontra na parte mais clara, seja exatamente do mesmo tom que o B, que está sob a sombra, ambos são “vistos” por nosso cérebro como sendo de tons diferentes.
Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
Nossa mente ajusta a tonalidade automaticamente para não causar confusão, e não importa se você voltar a olhar para o primeiro tabuleiro depois de saber deste pequeno truque cerebral, pois vai continuar “enxergando” os dois quadrados com tonalidades diferentes.

2. Linhas arqueadas

Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
Preste atenção nas linhas vermelhas da imagem acima. Apesar de darem a impressão de serem levemente arqueadas, na verdade, as duas são perfeitamente retas. Além disso, veja o que acontece quando você fixa o olhar na figura. É possível que você comece a perceber movimento e até a sentir um pouco de tontura. Mas... por que?
Isso ocorre por que as linhas azuis fazem o nosso cérebro pensar que estamos nos deslocando em direção à imagem, que as interpreta como movimento, mais ou menos como as estrelas que formam linhas no exterior das naves espaciais de Star Wars. Já as linhas vermelhas arqueadas... prepare-se para a explicação: temos a impressão de que elas são curvas porque é dessa forma que o nosso cérebro prevê que elas ficarão no futuro.
Do momento em que os nossos olhos registram a luz até que essa informação seja processada, a nossa mente está o tempo todo calculando e fazendo previsões, o que significa que o mundo que vemos nada mais é do que a tradução do que o cérebro previu. Devido à perspectiva, duas linhas paralelas parecem arquear quando passamos por elas e, prevendo que isso vai ocorrer na vida real com a imagem acima, a nossa mente realiza esse ajuste automaticamente.

3. Ver x Reconhecer

Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
A imagem acima corresponde a uma ilusão de óptica criada no século 19, e que traz duas mulheres — uma jovem e outra velha — na mesma figura. Você consegue reconhecê-las? O queixo e a orelha da mais jovem correspondem, respectivamente, ao nariz e ao olho da mais velha. No entanto, não importa o quanto você tente, jamais vai conseguir ver as duas ao mesmo tempo. Sabe por quê? Porque ver e reconhecer são processos diferentes.
Acontece que, para reconhecer a mulher mais velha, você não deixa de ver a mulher mais jovem, já que ela faz parte da composição. No entanto, você deixa de reconhecê-la quando foca a atenção na mulher mais velha. Isso ocorre por que esses dois processos — o de ver e o de reconhecer — acontecem em regiões diferentes do cérebro, separadamente.
Assim, enquanto uma região é responsável por lidar com informações como cor, movimento, forma e profundidade, outra área se ocupa de identificar o que estamos vendo. Portanto, voltando à imagem acima, isso quer dizer que uma área do cérebro mapeia as linhas que compõem a figura, passando essas informações adiante, para o “departamento” responsável por reconhecê-las.

4. Acredite se quiser

Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
Pode parecer mentira, mas as duas mesas acima são exatamente da mesma largura e comprimento! A única diferença é que uma delas foi girada 90 graus. Não acredita? Então, faça como com o primeiro exemplo desta matéria: recorte as partes superiores de ambas as mesas, gire uma delas em 90 graus e sobreponha as duas. Se você preferir, nem precisa de tudo isso. Basta medir as superfícies com uma régua. Mas... como assim?
Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
O nosso cérebro conta com mais de 30 regiões diferentes para processar as informações visuais, cada uma responsável por interpretar aspectos específicos do que os nossos olhos estão vendo. Essa ilusão de óptica, na verdade, é um exemplo perfeito de como essas regiões às vezes discordam entre si, cada uma interpretando as informações visuais à sua maneira.
Fonte da imagem: Reprodução/CRACKED.com
Compartilhe com os amigos :

+ comentários + 1 comentários

25 de junho de 2013 01:42

a da mulher + a velha eu reconheci logo que prestei bem a atenção! ^^/

Postar um comentário

 
Copyright © 2014. TokusatsuS - Downloads de Tokusatsu com Qualidade! - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger